Estão aí novos avanços no combate à doença de Parkinson (Tiago Fleming Outeiro)

 

[AUDIO]

https://soundcloud.com/audiopressportugal/estao-ai-novos-avancos-no-combate-a-doenca-de-parkinson-tiago-fleming-outeiro

 

[TEXTO]

O investigador português Tiago Fleming Outeiro já tinha sido noticiado pelo Audio Press Portugal numa altura em que recebia pela segunda vez uma bolsa pela fundação Michael J. Fox, um reconhecimento Mundial pela inovação nas suas investigações no combate à doença de Parkinson.

2015 terminou com novos avanços científicos de âmbito mundial.

A novidade foi que a proteína a – beta-sinucleína poder ser tóxica para as células – uma proteína pouco valorizada no contexto da doença de Parkinson.

O Audio Press Portugal entrevistou o investigador português que nos explica melhor como funciona esta proteína no nosso organismo.

Quisemos saber a opinião do cientista Tiago Fleming Outeiro sobre a investigação no nosso país.

Muitas vezes não damos valor ao que acontece por cá e o Audio Press Portugal contraria essa tendência.

Dou-lhe a conhecer o estado da arte da investigação no nosso país na opinião do cientista Tiago Fleming Outeiro.

 

“À vezes pensamos que só no estrangeiro é que se faz boa investigação isso não é verdade”

O que não temos é a estabilidade que a ciência precisa para que as pessoas que se vão formando possam entrar no sistema”.

Eu acho que nós temos muito boa investigação, muitos bons investigadores, temos motivos para estar orgulhosos daquilo que se faz em Portugal…

Aquilo que se faz em Portugal não fica nada atrás do que se faz no estrangeiro, pelo contrário, muitas vezes faz-se mais com menos”.

É um dos melhores oftalmologistas do Mundo, com menos de 40 anos – Dr. Fernando Correia

[AUDIO]

https://soundcloud.com/audiopressportugal/oftalmologista-portugues-considerado-um-dos-melhores-do-mundo-dr-fernando-correia

 

[TEXTO]

O investigador português Fernando Faria Correia faz parte de uma lista restrita dos melhores oftalmologistas do Mundo segundo avançou a principal revista científica do sector a The Ophthalmologist.

E foi com estas palavras que o português foi apresentado pelo júri.

“Faria Correia é um oftalmologista talentoso que tem publicado artigos importantes na área do ceratocone, catarata e cirurgia refrativa.

Será um futuro líder e continuará certamente a contribuir para a evolução deste domínio”, conforme refere um comunicado da universidade do Minho.

Em entrevista exclusiva – ficamos a conhecer as condições atuais de trabalho deste investigador português e como se posiciona a investigação em oftalmologia no nosso país e no Mundo aos dias de hoje, pelas palavras do Doutor Fernando Faria Correia ao Audio Press Portugal.

Joana Moscoso é uma investigadora e empreendedora que deve conhecer

[AUDIO]

https://soundcloud.com/audiopressportugal/joana-moscoso-e-uma-investigadora-e-empreendedora-que-deve-conhecer

[TEXTO]

Joana Moscoso recebe mais um prémio internacional.

É bióloga e investigadora e consegue ao mesmo tempo ser empreendedora.

Esta semana entrevistamos Joana Moscoso – uma portuguesa que não pára de receber prémios internacionais.

Passou os últimos nove anos a estudar e trabalhar fora: Suécia, Austrália e nos últimos anos no Reino Unido onde criou uma empresa social de nome Native Scientist.

Este tipo de empresa social ainda não existe no nosso país.

Desde há uns anos Joana Moscoso leva cientistas às salas de aula – uma experiência enriquecedora para crianças emigrantes portuguesas, que assim, conseguem manter o contacto com a língua materna; dando ao mesmo tempo uma outra imagem do típico emigrante português que, naturalmente mudou ao longo dos tempos.

Este trabalho já foi feito no Reino Unido, na França e na Alemanha.

Por este trabalho de comunicar ciência às crianças recebeu já em 2016 um galardão atribuído pela Royal Society of Biology e também um prémio de 150 mil euros.

Joana Moscoso em entrevista exclusiva ao Audio Press Portugal dá nos a sua visão de como estamos por cá em termos de comunicação da ciência.

(entrevistada)

Foi no Reino Unido que também trabalhou como investigadora:

Saiba que Joana Moscoso estudou duas bactérias que estão muito associadas a infecções hospitalares – os antibióticos passaram a ser receitados para todo o tipo de doença a nível infeccioso incluindo as gripes.

“Infelizmente os antibióticos passaram a ser receitados de forma descontrolada”

muitas vezes as gripes são causadas por vírus e não por bactérias pelo que deveriam ser feitas análises antes da prescrição – conforme as palavras da Joana Moscoso.

(entrevistada)

Por é que não se fala sobre isto?

É caro? Será que é um exame caro? Seria um exame ao sangue?

Atualmente Joana Moscoso estuda uma 3ª bactéria associada a infecções no intestino, nos embriões e no cérebro a partir do Porto.

Vai continuar a trabalhar no seu país ausentando-se no neste seu trabalho com as crianças através da Native Scientist terminando a nossa entrevista fazendo um agradecimento à Fundação que a apoia, que apoia o seu trabalho e convidando outros cientistas portugueses por todo o Mundo a juntarem-se a esta equipa.